Se quiser começar o seu tratamento de depilação a laser, tem várias opções à escolha. Uma das perguntas mais frequentes é sobre qual laser pode proporcionar os melhores resultados para a pele: laser díodo ou alexandrite. A resposta é o laser díodo, dadas as suas características, resultados e a eficácia deste método. Apesar disso, a resposta é sempre condicionada por vários fatores que podem ser diferentes de pessoa para pessoa.

Embora existam várias semelhanças entre as duas tecnologias, deve-se ter em conta as principais diferenças para escolher um método ou outro. De seguida, serão abordados os principais pontos em comum e as principais diferenças entre o laser de alexandrite e díodo. Desta forma, poderá escolher o método que mais se ajusta a si.

Semelhanças entre o laser díodo e de alexandrite

Existem vários tipos de depilação a laser, entre eles os mais destacados são a depilação a laser alexandrite e a depilação a laser díodo. É necessário mencionar que ambas as técnicas são, atualmente, as mais utilizadas como método de depilação corporal definitiva. Isto porque são semelhantes no seu mecanismo de depilação.

Para obter um resultado definitivo de depilação tão eficaz como o oferecido por estes métodos, é necessário a emissão de um feixe de luz unidirecional e monocromático. Esta energia procura a melanina no pelo, utilizando-a como fio condutor para alcançar o folículo piloso e enfraquecê-lo até à sua eliminação.

Com este tipo de tratamento, evita-se o crescimento do pelo quando o folículo piloso está enfraquecido. Além disso, estes procedimentos não são prejudiciais à pele, sendo inclusive das melhores soluções para diferentes problemas de pele, como o hirsutismo.

Qual a diferença entre laser díodo e alexandrite

Uma vez destacadas as principais semelhanças, deve-se ter em conta as diferenças em ambos os casos, para ser possível escolher entre a depilação a laser de alexandrite ou díodo.

  • A primeira diferença é o comprimento de onda em que cada método emite luz. O laser alexandrite emite luz a um comprimento de onda de 710 nm, enquanto o laser de díodo atinge entre 820 e 840 nm. Um comprimento de onda maior significa que penetra mais profundamente na pele e que a energia é dirigida mais diretamente para o folículo piloso. 
  • O modo de arrefecimento também é diferente nos dois casos. Quanto ao laser alexandrite, o seu método de arrefecimento é baseado numa mangueira de jato de ar frio ou criogénico. Por outro lado, quando falamos da tecnologia de arrefecimento do laser díodo, o método é mais avançado. Por exemplo, o arrefecimento da máquina que usamos na Láserum, com uma de ponta de gelo, chega até -12ºC, o que minimiza o possível desconforto causado pelo tratamento de depilação a laser díodo

Comparações entre o laser díodo e o de alexandrite

Se existirem dúvidas sobre qual a melhor escolha entre o laser díodo ou o alexandrite é aconselhável estabelecer uma comparação dos fotótipos de pele que melhor combinam com cada um deles.

O laser díodo é indicado para todos os tipos de peles. Por outro lado, o tom de pele clara é o que funciona melhor no caso do laser alexandrite, sendo que este tipo de depilação a laser não é recomendado para pele escura ou bronzeada, devido ao seu alto grau de pigmentação. Isto porque, parte da luz emitida pelo laser pode ser absorvida pela melanina na pele em vez do pelo, o que pode causar danos na pele.

Além disso, como foi mencionado anteriormente, um dos pontos fortes do laser díodo, em comparação com o laser alexandrite, é que o primeiro tem um comprimento de onda maior. Dado este aspeto, o laser díodo incide diretamente no folículo piloso, reduzindo assim os danos na pele.

tipos-de-pieles-laser-diodo-o-alejandrita

Que tipo de laser é melhor para mim, díodo ou laser alexandrite?

Na hora de decidir que tipo de laser é melhor para a sua pele, recomenda-se que visite o seu centro de depilação a laser para obter aconselhamento personalizado. No geral, os fotótipos de pele acima mencionados e os diferentes tipos de pelo que podemos encontrar vão influenciar o tipo de tratamento utilizado, laser díodo ou alexandrite. Por outras palavras, a obtenção de resultados excelentes para cada pessoa vão depender deste aspeto.

No entanto, tendo em conta a percentagem de fotótipos compatíveis com o laser díodo em países como Portugal e Espanha, existe uma elevada probabilidade de que a depilação com laser díodo seja a mais adequada para a sua pele.

O pelo escuro é adequado tanto para laser díodo como de alexandrite, mas este último não deteta pelo com pouco pigmento. Assim, para pele clara e pelos escuros, o laser alexandrite é eficaz, mas para todos os outros tipos de pele e pelos, a depilação a laser díodo será mais eficaz.

O laser de díodo, o método perfeito para qualquer altura do ano

Como mencionado anteriormente, o laser alexandrite funciona em pele clara, sendo necessário parar o tratamento durante os meses de verão, quando a pele está mais bronzeada. A depilação a laser díodo pode ser realizada em qualquer altura do ano, uma vez que é compatível com todos os fotótipos de pele. Isto significa que pode ser realizada em peles mais escuras. É por isso que podemos realizar o tratamento durante todo o ano, assegurando uma maior eficácia.

Embora as duas técnicas de depilação definitiva sejam eficazes, deve ter em conta as outras particularidades das técnicas, bem como as características dos seus pelos e da pele, para conseguir escolher entre uma ou outra.

Se tiver alguma dúvida sobre a escolha entre a depilação a laser díodo ou a laser alexandrite, pode consultar-nos no centro mais próximo de si. Pode também contactar-nos através dos nossos perfis no Facebook e Instagram.

Posts relacionados

Como conseguir uma depilação definitiva?
Como conseguir uma depilação definitiva?

Quando pensamos em como podemos conseguir uma depilação definitiva, enquanto tentamos descobrir mais informações, podemos deparar-nos com alguns métodos que afirmam ser definitivos, mas que acabam por não ser. É por isso que a melhor opção é, sem dúvida, a depilação a...

read more
É possível fazer depilação a laser com herpes?
É possível fazer depilação a laser com herpes?

Se chegaste até este artigo, é porque possivelmente tens o vírus do herpes, e estás prestes a iniciar ou a continuar o teu tratamento de depilação a laser díodo. Mas, será que a depilação a laser e o herpes são compatíveis? A resposta é sim, embora com algumas...

read more