A depilação a laser produz radiação, promove doenças, queima a pele… Já deve ter ouvido alguns destes mitos sobre a depilação a laser alguma vez na vida! Talvez por causa de um destes mitos, tenha adiado a ideia de começar um tratamento de depilação a laser. A verdade é que, hoje em dia, ainda existe desconhecimento sobre muitos aspetos relacionados com a depilação a laser, o que gera a criação de mitos à volta desta temática.

No artigo de hoje queremos abordar os mitos mais comuns e geralmente mais ouvidos sobre a depilação a laser, para ajudar a desvendá-los e demonstrar que a depilação a laser é uma opção perfeitamente válida, segura e eficaz em comparação com outros métodos de depilação.

Se quiser descobrir os mitos e verdades da depilação a laser, fique connosco e continue a ler o artigo.

É doloroso: o mito de eleição sobre a depilação a laser

A depilação a laser ser dolorosa é uma das afirmações mais ouvidas, talvez devido aos primeiros tratamentos de depilação a laser que surgiram há vários anos, mas não podia estar mais longe da verdade! Hoje em dia, a tecnologia percorreu um longo caminho e existem diversas características e melhorias face à relação da depilação a laser com a dor, permitindo esclarecer este mito sobre a depilação a laser.

Antes de mais, deve ter em conta que cada corpo é diferente e o nível de tolerância à dor varia muito de pessoa para pessoa. Embora os nossos clientes se refiram frequentemente ao nível de dor como “pequenas picadas”, algumas pessoas podem achá-lo mais desconfortável, face à opinião comum. No entanto, devido às técnicas avançadas que oferecemos, a depilação a laser pode ser praticamente indolor.

Graças a uma tecnologia especializada, a ponta da máquina de depilação a laser da Láserum pode atingir temperaturas tão baixas como -12°C, não existindo outra máquina no mercado que consiga fazer isto! A baixa temperatura permite criar um efeito anestésico na pele, que ajudará a reduzir o desconforto a níveis mínimos.

O mito da depilação a laser e do sol: a sua incompatibilidade. É FALSO!

Outro dos mitos que mais se ouve sobre a depilação a laser é o de não ser compatível com o sol. Mais uma vez, este mito sobre depilação a laser pode ter sido causado pelos primeiros tratamentos de depilação a laser que surgiram, os quais não permitiam a exposição ao sol durante a realização do tratamento.

depilacion laser y sol

Felizmente, graças ao avanço da tecnologia, isto já não se verifica e é um mito que é muito fácil de clarificar. Hoje em dia a depilação a laser e o sol são perfeitamente compatíveis, desde que siga um conjunto de recomendações:

  •  Nenhuma exposição solar nos 4 dias anteriores e posteriores do tratamento.
  • Utilizar sempre protetor solar de fator elevado.
  •  Evitar roupas que exponham as áreas a tratar ao sol no dia da sessão.

No entanto, é importante dizer que estas diretrizes também são recomendadas quando se submete a outro método de depilação e não apenas com o laser díodo, como é o caso dos métodos de arranque, onde a pele fica muito sensível nos dias a seguir.

O caso dos autobronzeadores ou dos raios UV

Provavelmente já se questionou se, no caso dos autobronzeadores ou dos raios UV, podem ser aplicados os mesmos cuidados para a depilação a laser e o sol. Nestes casos, é necessário de prolongar o período de tempo.

Se pretende utilizar autobronzeador, deverá parar de aplicá-lo uma semana antes e depois da sessão de depilação a laser. No caso dos raios UV, terá que espaçar as sessões de UV e as sessões de depilação a laser num período de 15 dias antes e depois.

Pode causar doenças? É claro que não!

Quando se fala sobre a depilação a laser e os seus mitos e verdades, é muito comum ouvir rumores de que a depilação a laser pode ter efeitos negativos para a saúde, nomeadamente efeitos secundários ou até mesmo causar cancro. Sem dúvida que estas afirmações são completamente falsas e sem qualquer fundamento factual.

Estas resultam da falta de conhecimento inicial sobre a depilação a laser, que a rodeava quando surgiu pela primeira vez. No entanto, vários estudos demonstraram que a depilação a laser não tem quaisquer efeitos secundários que possam ser potencialmente perigosos para a saúde, muito menos ser causa para doenças: a depilação a laser é completamente segura!

A depilação a laser pode ajudar a melhorar doenças

Ao contrário do que este mito sobre a depilação a laser leva a crer, a depilação a laser pode ajudar a controlar e até a eliminar doenças na pele, como já mencionámos em alguns dos nossos artigos anteriores.

Doenças como fístulas, foliculite ou hirsutismo podem ser controladas se realizar o tratamento de depilação a laser, uma vez que se elimina permanentemente o folículo, também é eliminada a causa destas doenças.

Cria radiação: outro mito infundado sobre a depilação a laser

Mais uma vez, deparamo-nos com um mito relacionado com a depilação a laser. Este pensamento é geralmente causado pela luz que é gerada durante o tratamento de depilação a laser, mas a crença não poderia estar mais longe da verdade.

Pelo contrário, a depilação a laser funciona através da fototermólise seletiva, que atua diretamente sobre o folículo piloso, eliminando o crescimento do pelo sem afetar qualquer outra zona da pele.

Como é possível constatar, esta técnica não tem nenhum princípio radioativo, uma vez que se baseia nos benefícios do laser aplicado à possibilidade de eliminar o elemento que faz com que o pelo cresça na pele.

O mito dos preços da depilação a laser

Finalmente, vamos focar-nos num dos mitos mais comuns da depilação a laser: o de que a depilação a laser é cara e os preços inacessíveis para todos.

Entendemos que esta crença tenha sido causada pelo facto de que os tratamentos de depilação a laser tenham surgido com o pagamento de um pacote de várias sessões no início do tratamento, com grandes investimentos pontuais.

Mais uma vez, esta é uma crença completamente falsa! Hoje em dia não é necessário poupar dinheiro ou fazer um grande esforço financeiro para pagar um tratamento de depilação a laser. Na Láserum, por exemplo, oferecemos a vantagem de não trabalharmos com um sistema de pacotes de sessões e, oferecemos-lhe sempre a opção de sessões individuais, só pagará pelo que fez, sem se comprometer com pacotes caros. Acreditamos que tornar os preços da depilação a laser acessíveis para todos é necessário, com custos baixos e válidos para todos os orçamentos, sem perder a qualidade em nenhum momento. Estamos orgulhosos em poder dizer que atingimos esta meta.

Depois da revisão dos mitos mais ouvidos no dia a dia sobre a depilação a laser, temos a certeza de que as coisas se tornaram muito mais claras para si. No entanto, se ainda tiver dúvidas sobre este tema, ou se existir algum mito que não tenhamos abordado e estiver curioso para saber se é verdade ou não, pode sempre perguntar nos comentários e nos nossos perfis de Facebook e Instagram.

Diga-nos, já ouviu falar de outros mitos e verdades sobre a depilação a laser?

Agradecemos por ter lido o nosso artigo!

Posts relacionados
Pelo hormonal: O que é e como eliminá-lo
Pelo hormonal: O que é e como eliminá-lo

Os pelos hormonais podem ser muito desconfortáveis. Se alguma vez te apareceu este tipo de pelo tão característico, sabes que pode ser muito irritante, principalmente por ser um pelo escuro e grosso. Este tipo de pelo não compreende género, pode aparecer tanto em...

read more
Recomendações para um tratamento a laser eficaz
Recomendações para um tratamento a laser eficaz

Queres um tratamento de depilação a laser eficaz com os melhores resultados logo desde início? Este artigo diz-te quais são os passos a seguir e os pontos-chave a ter em conta para a tua pele estar nas melhores condições possíveis antes de iniciares o teu tratamento,...

read more