Láserum

Hoje em dia, o laser díodo é o método de depilação eleito por muitos, por eliminar os pelos de forma eficaz e duradoura, por produzir resultados logo após a primeira sessão, por ser um procedimento seguro e indolor, porque previne pelos encravados e reações alérgicas e também por ser uma opção que se torna mais económica a longo prazo.

Mas será a depilação a laser apropriada para pele negra ou morena? Como muitas coisas na vida, a resposta é: depende. Dependendo do método de depilação escolhido, a depilação a laser pode ou não ser adequada a peles com maior concentração de melanina. Agora, se a pergunta for, a depilação a laser díodo Láserum é recomendada, segura e funciona em peles negras ou morenas, a resposta é claramente: SIM!

Qual o melhor método de depilação definitiva para pele negra?

Se a sua pele tem uma tonalidade mais escura, provavelmente já se questionou ser o melhor método de depilação para pele negra ou simplesmente se o laser é um método de depilação seguro e adequado a todos os tipos de pele. O laser díodo que é adequado para diferentes tipos de pele, desde o fototipo I, pessoas com uma tonalidade de pele, olhos e cabelo claros, até ao fototipo VI, pessoas com pele, olhos e cabelo negros.

A pele negra ou morena possui uma maior concentração de melanina, a proteína que dá cor e protege a pele. Por outro lado, o laser é atraído especificamente pela melanina da pele.

O laser díodo, ao contrário de alguns métodos de depilação definitivos, atua diretamente num alvo específico, o pigmento do folículo piloso. A energia aplicada é transportada através da melanina do pelo e termina na raiz, que acaba por ser destruída, sem causar nenhum dano na pele. Assim, pode-se dizer que o laser é mais pontual e preciso.

Devido à precisão da onda de luz, o laser díodo e a pele negra são compatíveis. Além disso, a Tecnologia Láserum, para além de permitir adaptar a potência ao limiar de dor de cada pessoa, intensifica o efeito anestésico, reduzindo qualquer possível desconforto. A ponta de gelo do equipamento de depilação permite atingir temperaturas até -12ºC, fazendo com que a depilação a laser em pele negra, ou em qualquer outro tipo de pele, seja praticamente indolor.

Existem alguns métodos de depilação definitiva como a fotodepilação em pele negra ou Luz Intensa Pulsada (LIP) que não são indicados para este fototipo de pele. A LIP emite uma ampla gama de ondas de luz em diferentes comprimentos de onda, aumentando a temperatura nas áreas com mais melanina. Devido à quantidade de melanina presente na pele, existe um maior risco de desenvolvimento de manchas na pele e formação de cicatrizes.

Quais os cuidados a ter?

O acne, a foliculite, picadas de insetos ou qualquer infeção cutânea em peles com elevada concentração de melanina, após o processo de cicatrização, geram uma maior probabilidade de desenvolver manchas escuras na pele.

A depilação a laser de díodo na pele negra é especialmente aconselhada para prevenir estas manchas, já que uma das vantagens deste método de depilação definitivo é que previne a foliculite, mais conhecida como pelos encravados, e outras infeções cutâneas.

Embora as peles com tonalidades mais escuras sejam menos sensíveis à exposição solar e por vezes isso seja confundido com menor necessidade de cuidados, para que a depilação a laser seja segura e produza os resultados desejados, antes de iniciar o seu tratamento de depilação a laser na pele negra há que ter em conta alguns cuidados essenciais.

Antes da sessão de depilação a laser

Como já mencionámos anteriormente, nem todos os tipos de laser são adequados para todos os tipos de pele, pelo que o primeiro passo será a escolha da clínica e do tipo de depilação a laser para pele negra.

A escolha do tratamento de depilação definitiva para pele negra adequado é sem dúvida o passo mais importante, pois se o método de depilação não for o mais indicado para o tipo de pele, pode causar manchas, queimaduras cutâneas, queloide e, em alguns casos, até deixar cicatrizes.

Além da escolha do tipo de laser, prefira uma clínica especializada em depilação a laser, com profissionais competentes. Nas mãos de especialistas a sua pele não irá correr riscos e o tratamento será eficaz.

O laser díodo é a tecnologia mais inovadora do mercado, conseguindo atingir o folículo piloso com um feixe de luz único e concentrado. É indicado para todos os tipos de pele, sem risco de queimaduras ou manchas.

Depilação a laser pele negra

Depois da sessão de depilação a laser

Após o procedimento de depilação a laser em pele negra, a pele necessita de cuidados acrescidos para que o tratamento seja eficaz e não existam riscos associados.

  • Evite o sol!

Ainda que o laser díodo seja compatível com o sol, deverá evitar a exposição solar nos 3-4 dias anteriores e posteriores à sessão de depilação definitiva em pele negra.

Além disso, utilizar protetor solar é fundamental. Sim, a pele negra também precisa de proteção solar, ainda que este fototipo de pele seja menos sensível ao sol, o protetor solar deverá ser aplicado diariamente nas zonas depiladas.

  • Hidratar, hidratar, hidratar!

Para além da aplicação diária de protetor solar com FPS alto, deverá hidratar a pele frequentemente. Para a hidratação, a nossa recomendação é utilizar Aloé Vera. Este produto tem propriedades regeneradoras, hidratantes e anti-inflamatórias, ajudando a acalmar a pele e a prevenir a irritação.

Para além destes cuidados, deverá ainda evitar banhos de água quente e a utilização de cosméticos que contenham álcool. Descubra todos os cuidados pós depilação a laser que o irão ajudar a ter uma pele “quase” perfeita.

Quantas sessões de depilação a laser são necessárias?

O número de sessões necessárias para remover os pelos na totalidade depende de vários fatores, entre eles o fototipo de pele.

Em peles mais claras com pelo mais escuro, o número de sessões necessárias tende a ser menor, já que este é o fototipo em que o laser deteta melhor o folículo piloso.

Nas restantes combinações, o processo até eliminar até 99% do pelo, pode ser mais demorado, sendo necessário mais sessões. Ainda assim, o tratamento de depilação a laser em pele negra é eficaz.

Na Láserum, antes de iniciar o laser de díodo em pele negra, aconselhamos sempre que faça um teste cutâneo a fim de determinar o número de sessões necessárias. De todas as formas, o técnico especializado em laser irá acompanhar todo o processo e irá verificar quantas sessões são necessárias para eliminar o pelo por completo.

Tem dúvidas sobre a depilação a laser em pele negra? Envie-nos uma mensagem privada no Facebook ou no Instagram. Teremos todo o gosto em ajudá-lo no seu caso em particular!

Posts relacionados
A depilação a laser pode causar manchas na pele?
A depilação a laser pode causar manchas na pele?

Uma das questões mais frequentes relacionadas com os tratamentos de depilação definitiva é se depilação a laser deixa manchas na pele. Esta questão surge, pois, caso o tratamento eleito não seja adequado ao tipo de pele, se não se seguirem as recomendações antes e...

ler mais
Qual a melhor idade para fazer depilação a laser?
Qual a melhor idade para fazer depilação a laser?

Quando os pelos começam a crescer no corpo, geralmente começa-se a considerar os diferentes tipos de depilação. Nesse momento, pode-se fazer uma questão: qual a melhor idade para fazer depilação a laser? Esta pergunta não tem uma...

ler mais