Láserum
Se está a considerar realizar um tratamento de depilação a laser e sofre de vitiligo, provavelmente está à procura de informações sobre a compatibilidade do tratamento com esta condição de pele.

O vitiligo afeta a pigmentação da pele, fazendo-a perder melanócitos, que são as células pigmentares que fornecem o tom que cada pessoa tem. Isto faz com que certas áreas da pele percam a pigmentação, resultando em manchas que aparecem no corpo.

A depilação a laser funciona através da deteção do pigmento no folículo piloso e da aplicação de luz laser para o remover. Como tal, é normal se o tema for a pigmentação, questionar se o vitiligo e a depilação a laser são ou não compatíveis.

Neste post iremos responder a todas as suas questões.

Compatibilidade entre a depilação a laser e o vitiligo

A depilação a laser e o vitiligo são compatíveis, desde que o tratamento de depilação não seja aplicado numa área afetada pelo vitiligo. Por outras palavras, se as axilas, por exemplo, forem despigmentadas, não poderá realizar a depilação a laser nas axilas. No entanto, se, por exemplo, não houver vestígios da doença nas pernas, pode realizar o tratamento sem qualquer problema, mesmo que outras partes do corpo sejam afetadas.

Isto porque, como mencionado no início deste artigo, o laser funciona através da deteção do pigmento no folículo. Se o pelo tiver perdido o seu pigmento, o laser não será capaz de o detetar e não será capaz de destruir o folículo.

Desta forma, poderá realizar o tratamento sem qualquer problema nas áreas não afetadas. No entanto, a recomendação é que consulte sempre o seu médico de clínica geral ou dermatologista antes de iniciar a depilação a laser com vitiligo, para que lhe possam dar as instruções necessárias.

E se estiver a realizar um tratamento para tratar o vitiligo?

Se está a planear realizar a depilação a laser com vitiligo, mas está atualmente a realizar um tratamento para esta condição, seja por uso tópico ou oral, terá de consultar o seu médico para confirmar a compatibilidade.

Embora, como regra geral, este tipo de medicamento não seja compatível com o tratamento de depilação a laser, será o especialista que poderá determinar se haverá ou não problema.

la depilación láser es compatible con vitíligo

Cuidados antes e depois de depilação a laser com vitiligo

Se, após a consulta com o especialista, decidir fazer depilação a laser com vitiligo em áreas do seu corpo não afetadas pela doença, deve ter alguns cuidados antes e depois da sua sessão. Isto porque a sua pele pode ser muito mais sensível do que o normal. Estes cuidados assegurarão que o tratamento é completamente eficaz e irão eliminar qualquer possibilidade de irritação da sua pele.

Utilizar proteção solar constante

A pele com vitiligo, por falta de pigmentação, apresenta um risco mais elevado de queimadura solar causada pela exposição ao sol. Mesmo em áreas não afetadas pela doença, é essencial a utilização de protetor solar SPF 50+ todos os dias, especialmente quando existe uma exposição direta ao sol.

Se chegar à sessão com a pele danificada pelo sol, não poderá realizar o tratamento de depilação a laser por existir o risco de danos na pele, pelo que é essencial que utilize proteção solar de alto fator todos os dias.

Hidratar a pele diariamente

A hidratação diária da pele é essencial numa rotina de cuidados de pele para qualquer tipo de derme. Se quer realizar o tratamento de depilação a laser e tem vitiligo, esta etapa é também uma das mais importantes.

A utilização de um gel de Aloé Vera não só proporcionará uma hidratação profunda da pele sensível, mas também vai preparar a pele para o tratamento de depilação a laser, de modo a obter ótimos resultados.

Ir à sessão com a pele limpa

Por vezes, algumas pessoas sentem-se mais confortáveis em cobrir as suas marcas de vitiligo. Para tal, é comum usar maquilhagem ou cremes que as escondem. É importante que, no dia da sessão, chegue com a pele completamente limpa, certificando-se de que não aplicou qualquer tipo de corretor nas áreas a serem tratadas, uma vez que podem estar próximas destas marcas e que acabam por também receber o produto. Isto porque os poros poderiam ficar bloqueados, impedindo que o folículo fosse detetado corretamente, reduzindo a eficácia do tratamento.

Por último, considerando que o vitiligo é uma doença que pode causar stress ou ansiedade a algumas pessoas devido a problemas de autoestima, a ideia de cuidar da sua pele e reservar um tempo para si, frequentando uma sessão de depilação a laser, pode ajudá-lo a sentir-se melhor.

A depilação definitiva não é uma opção para todos e poderá sentir-se confortável em ter pelos, mas se é algo que o pode ajudar a aumentar a sua autoestima em certas ocasiões, investir neste tipo de autocuidado fará toda a diferença.

Tem mais perguntas sobre o assunto? Poderá fazê-las nos comentários ou nos perfis no Facebook e Instagram.

Posts relacionados
A depilação a laser pode causar manchas na pele?
A depilação a laser pode causar manchas na pele?

Uma das questões mais frequentes relacionadas com os tratamentos de depilação definitiva é se depilação a laser deixa manchas na pele. Esta questão surge, pois, caso o tratamento eleito não seja adequado ao tipo de pele, se não se seguirem as recomendações antes e...

ler mais
Qual a melhor idade para fazer depilação a laser?
Qual a melhor idade para fazer depilação a laser?

Quando os pelos começam a crescer no corpo, geralmente começa-se a considerar os diferentes tipos de depilação. Nesse momento, pode-se fazer uma questão: qual a melhor idade para fazer depilação a laser? Esta pergunta não tem uma...

ler mais