Láserum
A utilização de uma pomada ou de um creme anestésico para depilação a laser é muitas vezes vista como uma alternativa ideal para evitar sessões dolorosas de depilação. Desta forma, muitas pessoas aplicam um anestésico imediatamente antes da sua sessão de depilação, indo à sua consulta com a perda de sensibilidade na pele, proporcionada pelo produto.

No entanto, embora se acredite que estes cremes anestésicos locais possam ser uma grande ajuda para aliviar o desconforto da depilação, a verdade é que a sua utilização pode trazer certos riscos.

Se quer saber quais são estes riscos e porque é que a aplicação de cremes anestésicos não é recomendada para a sessão de depilação a laser, fique a conhecer todos os detalhes neste artigo. Continue a ler e descubra tudo sobre este tema!

Como funciona o creme anestésico para a depilação a laser?

Antes de abordarmos as razões pelas quais o creme anestésico não é um produto recomendado para a depilação a laser, é importante ter uma visão geral do seu funcionamento, para que possa compreender melhor as razões pelas quais a sua utilização não é recomendada.

Este tipo de cremes são géis geralmente compostos por elementos como lidocaína e/ou tetracaína, que diminuem a sensibilidade da área onde são aplicados durante um período de cerca de duas horas.

Embora, à primeira vista, possa parecer uma boa opção para reduzir a dor, deve-se ter em conta que a utilização destes cremes é sempre recomendada sob supervisão médica, pois podem ser contraindicados para diferentes tratamentos, incluindo a depilação a laser em mulheres ou homens.

Razões para não utilizar creme anestésico

Neste momento, pode não compreender o porquê deste artigo: Se um creme anestésico para depilação a laser pode ajudar a combater a dor, porque se diz que a sua utilização não é recomendada?

duas razões principais para isto: por um lado, a necessidade de uma limpeza profunda da pele e, por outro lado, o risco de sofrer queimaduras.

A pele deve estar limpa antes do tratamento

Uma das recomendações mais importantes quando se realiza o tratamento de depilação a laser de díodo é que não tenham sido aplicados cremes, óleos ou qualquer outro produto que possa dificultar a eficácia do tratamento. Se é cliente da Láserum saberá que esta é uma das recomendações para a sua sessão de laser.

Isto porque, se os poros estiverem obstruídos pela aplicação de pomada anestésica para a depilação a laser, o equipamento utilizado para o tratamento não será capaz de alcançar a raiz do pelo adequadamente, tornando-o muito menos eficaz do que quando a pele está completamente limpa.

Existe o risco de queimaduras com creme anestésico para a depilação a laser

Ao reduzir a sensibilidade da pele mediante a utilização de um creme anestésico para a depilação a laser, existe o risco de queimaduras. Isto porque, cada tipo de pele é muito diferente um do outro e cada um tem um nível de sensibilidade diferente, pelo que a potência aplicada durante a depilação deve variar de acordo com a tolerância de cada tipo de pele.

Portanto, ao aplicar um produto que tem um efeito anestésico na pele, não será capaz de determinar se a potência que está a ser aplicada é excessiva, porque não a irá sentir. Isto pode levar a uma irritação excessiva ou mesmo a queimaduras, o que é prejudicial para a saúde da derme.

Quais são as alternativas para reduzir a dor causada pelo laser de díodo?

Embora a sensação de desconforto com laser de díodo seja geralmente muito baixa, é possível que em peles mais sensíveis, o limite da dor seja um pouco mais baixo e a picada ocasional possa ser sentida.

Para evitar a utilização de creme anestésico para a depilação a laser, mas, ao mesmo tempo, para reduzir a sensação de dor que pode aparecer, a Láserum oferece várias alternativas:

Peça ao seu técnico de laser para baixar a potência

Como mencionado acima, a potência do equipamento que se utiliza para o tratamento de depilação a laser é ajustável, por isso se notar que o desconforto é demasiado elevado, pode sempre pedir ao técnico especializado que reduza a potência.

Se escolher esta opção, a eficácia do tratamento não será afetada em nenhum momento, embora seja possível precisar de mais algumas sessões para alcançar um resultado ótimo. Se tiver alguma dúvida sobre este último ponto, pode sempre falar com um técnico de laser, contactando o centro mais próximo de si para obter aconselhamento.

Depilacao laser frio


Aplicação de frio durante o tratamento para evitar a utilização de creme anestésico para depilação a laser

Outra alternativa que pode ajudar a reduzir a sensação de desconforto sem ter de utilizar cremes anestésicos para a sessão de depilação a laser de díodo é aplicar frio na pele enquanto o tratamento está a ser realizado. Isto terá um efeito calmante e tornará o processo praticamente indolor.

Mas como é que isso é possível? Os Centros Láserum tiveram isto em conta e, por essa razão, as clínicas têm um aparelho que inclui uma máquina com uma ponta de gelo. Durante o tratamento, esta máquina está a uma temperatura constante abaixo dos -12ºC, o que ajudará a tornar esta sensação de dor praticamente inexistente.

Em suma, como foi abordado ao longo deste artigo, existem várias alternativas aos cremes anestésicos que, sem comprometer a sua saúde, podem ajudá-lo a suportar melhor a dor que possa sentir durante o tratamento de depilação a laser. A Láserum está a par de todas e fará com que a sua experiência seja o mais agradável possível!

Tem alguma dúvida sobre a utilização de creme anestésico para a depilação a laser após a leitura deste artigo? Pode deixar um comentário abaixo, será um prazer ajudá-lo! Se preferir, também é possível fazê-lo através dos perfis no Facebook e Instagram.

Muito obrigado por ler o post!