Ocasionalmente, podem aparecer condições de pele que afetam o crescimento dos pelos faciais e do corpo, como a hipertricose. Existem diferentes opções de tratamento para a hipertricose, embora a mais eficaz seja a depilação a laser.

A hipertricose é uma doença rara que envolve uma alteração estética distinta e que pode afetar a autoestima daqueles que dela sofrem. Se quiser saber em que consiste a hipertricose, as causas e como a depilação a laser pode ajudar, leia e descubra quais são as suas particularidades e as possíveis soluções.

O que é Hipertricose

A hipertricose é uma condição de pele que causa um crescimento anormal de pelos e numa grande quantidade em locais do corpo onde normalmente não estão presentes. Este crescimento de pelos pode acontecer tanto em espessura, como em quantidade.

A hipertricose é uma doença rara que pode ser mais um problema estético do que um problema médico. Esta condição é geralmente hereditária, embora também possa ocorrer por causas adquiridas ou como resultado de uma doença sistémica. Normalmente afeta toda a superfície corporal de uma forma generalizada, mas há ocasiões em que se pode manifestar em áreas localizadas do corpo.

Com a hipertricose, podem aparecer vários tipos de pelo, entre os quais os mais importantes são:

  • Lanugo: pelo fino e delgado, que aparece no feto e desaparece no final da gravidez ou durante os primeiros meses de vida do bebé.
  • Vellus: são pelos curtos, produzidos por folículos capilares que atravessam a derme papilar.
  • Pelos terminais: são pelos formados por folículos capilares que atravessam a derme reticular. São grandes e têm cor e medula.

Hipertricose e Causas

A hipertricose pode surgir por várias razões, dependendo da origem do pelo. As principais são: conversão do pelo em pelo terminal, mudanças no ciclo de crescimento do pelo ou um aumento na densidade dos folículos capilares.

A hipertricose pode ser classificada de acordo com vários fatores, como a origem da condição e a área da superfície corporal coberta por pelos.

Depilação a laser: Hipertricose e tratamento

O tratamento para hipertricose depende da causa que a origina. O primeiro passo é, portanto, descobrir a origem deste problema, a fim de determinar uma solução eficaz para o mesmo. Uma vez que a hipertricose não tem cura, para pôr um fim a esta condição de pele, a depilação a laser será a sua maior aliada, pois uma das soluções mais eficazes para esta condição é a remoção de pelos com um método de depilação definitiva.

Enquanto os outros métodos de depilação podem ser eficazes a curto prazo, quando se trata de eliminação de pelos de forma definitiva, a depilação a laser de díodo é a melhor solução.

Este tipo de depilação ajuda a eliminar o pelo de raiz, agindo sobre o folículo piloso e produzindo uma diminuição na quantidade de pelos novos na área tratada. Ao optar por este tratamento para a hipertricose, já não terá de se preocupar com esta condição e terá toda a liberdade de que necessita para desfrutar de uma pele sem pelos, suave e luminosa.

Cuidados antes da sua sessão de depilação a laser com Hipertricose

Quando decide realizar a depilação a laser com hipertricose, deve ter em conta que é necessário ter uma série de cuidados para poder desfrutar de toda a eficácia do tratamento.

Preparar a sua pele é o ponto-chave para que possa usufruir dos resultados da depilação a laser díodo. Não se esqueça de:

  1. Hidratar a sua pele antes da sua sessão de depilação a laser. Graças à hidratação, a pele irá permanecer saudável para poder realizar o tratamento. A depilação a laser seca a pele, sendo aconselhável que hidrate a sua pele antes da sessão. Recomendamos a utilização da aloé vera para preparar a pele antes de cada sessão. A aplicação deste produto hidrata a pele antes do tratamento de depilação a laser.
  2. Passar a lâmina na área a ser depilada 5-6 dias antes, se o pelo estiver fraco, e 2-3 dias, se o pelo estiver forte. A depilação antes da sessão é essencial para poder desfrutar de todo o conforto que a depilação a laser lhe oferece. Isto porque, ao passar a lâmina nos pelos, a extremidade da máquina de depilação a laser irá detetar melhor o folículo, o que irá tornar a depilação a laser mais eficaz. Uma vez iniciado o tratamento de depilação a laser, deve passar a lâmina entre as sessões para maximizar os resultados.
  3. Esfoliar a pele. Outro dos fatores mais importantes a ter em conta antes da sua consulta de depilação a laser é a necessidade de esfoliar a sua pele entre as sessões. Isto ajudará o pelo a cair do folículo piloso mais rapidamente.

Sem dúvida, como já foi mencionado, a hipertricose é uma alteração da pele que, não é um problema de saúde, mas sim um problema estético que pode ser resolvido graças à depilação a laser.

Em resumo, a depilação a laser é a melhor opção para que as pessoas com hipertricose possam esquecer-se dos pelos nas áreas onde não se sentem confortáveis com eles, por exemplo, no caso da hipertricose facial. Assim, será possível obter uma pele luminosa, suave e sem pelos, evitando que a autoestima possa ser diminuída por diferentes aspetos causados por esta condição.

Tem mais alguma pergunta? Pode contactar-nos através dos comentários, nos nossos perfis do Facebook, Instagram ou através do nosso site.

Posts relacionados

Pelo hormonal: O que é e como eliminá-lo
Pelo hormonal: O que é e como eliminá-lo

Os pelos hormonais podem ser muito desconfortáveis. Se alguma vez te apareceu este tipo de pelo tão característico, sabes que pode ser muito irritante, principalmente por ser um pelo escuro e grosso. Este tipo de pelo não compreende género, pode aparecer tanto em...

read more
Recomendações para um tratamento a laser eficaz
Recomendações para um tratamento a laser eficaz

Queres um tratamento de depilação a laser eficaz com os melhores resultados logo desde início? Este artigo diz-te quais são os passos a seguir e os pontos-chave a ter em conta para a tua pele estar nas melhores condições possíveis antes de iniciares o teu tratamento,...

read more