Se já terminaste o teu tratamento ou estás a fazê-lo, podes ter algumas dúvidas sobre a manutenção da depilação a laser. Uma vez terminadas as sessões necessárias para cada pessoa, é aconselhável fazer algumas sessões de manutenção para poderes desfrutar de uma pele sem pelos durante mais tempo.

Mas com que frequência o deves fazer? Neste artigo falamos-te um pouco mais sobre as sessões de manutenção da depilação a laser e como as deves espaçar após a conclusão do tratamento.

 

Com que frequência devo espaçar as minhas sessões de manutenção de depilação a laser?

Respeitar o tempo que decorre entre as sessões do tratamento de depilação a laser díodo é fundamental para obter os melhores resultados. Por isso, o espaçamento destas sessões deve ser o recomendado pelas nossas técnicas especializadas em laser, que são as profissionais que podem determinar em que fase do tratamento te encontras.

Uma vez terminado o tratamento, como já referimos, deves ir ao teu centro de depilação a laser para sessões de manutenção. Ao contrário das sessões durante o tratamento, é normal que estas sessões sejam mais espaçadas e que o tempo entre sessões seja maior.

O intervalo de tempo entre cada sessão é determinado por cada caso individualmente e seguindo sempre as diretrizes recomendadas pela tua técnica especialista em laser. É ela que determinará se deves ir à tua sessão de manutenção a cada 4 ou 5 meses, ou se deve ser mais espaçada ao longo do tempo.

depilação a laser precisa de manutenção

Por que razão a depilação a laser precisa de manutenção?

À medida que o tratamento avança, o crescimento do pelo abranda, reduzindo a espessura e a quantidade de pelos. É por este motivo que a frequência das sessões de depilação a laser é cada vez mais espaçada ao longo do tempo

Uma vez terminado o tratamento, as sessões de manutenção são também espaçadas para obter a máxima eficácia. Isto deve-se ao facto de, ao longo da nossa vida, poderem ocorrer várias alterações hormonais que podem alterar o processo de crescimento dos pelos

Para além deste motivo, é importante ter em conta as diferentes fases de crescimento do pelo. Neste sentido, as sessões de manutenção servem para atuar sobre os pelos que se encontram na fase anágena. É nesta fase que a depilação a laser díodo atua de forma ideal sobre o pelo para conseguir a sua eliminação.

 

Qual é a melhor altura para as sessões de manutenção?

A depilação a laser é compatível com o sol e pode ser realizada em qualquer altura do ano, desde que sejam seguidas uma série de recomendações. No entanto, como já referimos, uma vez terminado o tratamento de depilação a laser, é importante que vás às sessões de seguimento para conseguires a plena eficácia do tratamento.

É por isso que, quando consideramos as nossas sessões de manutenção da depilação a laser, é melhor fazê-las antes do Verão para nos prepararmos para esta estação estival. Desta forma, a pele estará menos pigmentada e o folículo piloso poderá ser mais bem atingido.

Um dos fatores que intervêm para determinar este período de tempo são as horas de sol no local onde nos encontramos. Por isso, em geral, podemos considerar os meses anteriores e posteriores ao Verão como a altura ideal para realizar as sessões de manutenção.

 

Sessões de manutenção da depilação a laser facial

Ao proceder ao tratamento de depilação facial com laser díodo, devemos ter em conta que esta é uma zona em que o número médio de sessões aumenta. Isto deve-se ao facto de ser uma das zonas mais afetadas pelas hormonas.

Tendo em conta este aspeto, para além da variação na duração do tratamento da depilação a laser facial, é importante que tenhamos em conta que as sessões de manutenção são imprescindíveis para desfrutar dos melhores resultados do mesmo.

 

A personalização do tratamento

O principal objetivo da depilação a laser díodo é a remoção definitiva dos pelos. Este processo pode ser efetuado por diferentes razões pessoais, entre as quais as mais importantes são o conforto ou a sensação de despreocupação de poder mostrar a zona livre de pelos.

Mas, para além destes aspetos, devemos ter em conta os benefícios que o tratamento tem sobre a nossa pele, como o aumento da qualidade da mesma.

O tratamento de depilação a laser provoca micro agressões na pele que estimulam a produção do colagénio que constitui 30% da pele. Isto porque a pele atua desta forma para facilitar a recuperação após esta micro agressão.

É muito importante que a depilação a laser seja efetuada por uma técnica especializada em laser que te possa ajudar a personalizar o tratamento. Desta forma, ela poderá aconselhar os tempos necessários entre sessões, tanto durante o tratamento como depois, aquando das sessões de acompanhamento.

É por isso que, uma vez terminado o tratamento de depilação a laser díodo, é aconselhável fazer sessões de manutenção para poderes desfrutar de uma pele sem pelos durante mais tempo com a ajuda das nossas técnicas especializadas em laser.

 

Se quiseres saber mais sobre as sessões de manutenção de depilação a laser díodo, podes escrever-nos no nosso chat ou através dos nossos perfis no Instagram ou do Facebook. Ou se preferires marca a tua sessão para que a técnica especialista em depilação a laser avalie, basta clicar no botão abaixo!

Posts relacionados
Prendas Dia do Pai: as melhores dicas
Prendas Dia do Pai: as melhores dicas

Na Láserum, celebramos o Dia do Pai todos os dias, mas o 19 de março é a oportunidade para relembrar aqueles mais distraídos. Como este dia especial já está aí, podes não ter ideias para o Dia do Pai. Mas não te preocupes, estamos cá para ajudar-te a não errar com as...

leer más
Depilação a laser: qual o intervalo entre sessões
Depilação a laser: qual o intervalo entre sessões

Para obteres uma pele livre de pelos, a depilação a laser díodo é a opção mais eficaz e com resultados permanentes disponíveis no mercado. Para alcançares os resultados desejados, é essencial saberes de quanto em quanto tempo deves fazer a depilação a laser.  O...

leer más