Existem diversas opções de depilação permanente, mas sabes quais são as formas mais efetivas para eliminar os pelos? A “melhor” opção pode variar consoante as circunstâncias individuais, como a cor dos pelos e o tipo de pele.

A depilação a laser díodo é frequentemente considerada superior a outros métodos, como a luz pulsada ou o SHR (Super Hair Removal), devido a várias razões, nomeadamente a sua melhor eficiência na eliminação dos pelos, menos sessões e por ser praticamente indolor.

Se queres saber qual é a melhor opção para depilação a laser permanente, a diferença entre laser díodo e SHR, e como cada um destes métodos atuam na pele e no pelo, explicamos-te tudo neste artigo!

Como funciona o SHR e o laser díodo

Compreender o funcionamento do laser SHR e do laser díodo é fundamental para escolheres o método mais eficaz conforme o teu tipo de pele e pelo. Vamos esclarecer-te como cada um destes lasers funciona. 

Laser SHR: como funciona 

O laser SHR combina o método da luz pulsada (IPL) com a tecnologia a laser e utiliza o sistema “in motion”, que consiste em movimentos repetitivos e uniformes que lançam múltiplos disparos de menor intensidade sobre a pele. Por não ter uma zona específica a ser focada para o disparo da luz, o SHR acaba por ter um desequilíbrio na sua emissão e o folículo do pelo pode não ser atingido de forma a ser eliminado permanentemente.

Por que é que isso acontece? O SHR funciona aquecendo gradualmente a pele até atingir a temperatura necessária para destruir o folículo e as células produtoras dos pelos. Este método não expõe a pele e o pelo a um pulso de alta energia, o que pode gerar o enfraquecimento do pelo e não a sua eliminação permanente. 

Em média, o laser SHR, necessita de oito a 10 sessões até que se comece a eliminar o pelo de forma permanente.

Laser díodo: como age no pelo

O laser díodo tem várias, sendo uma luz pura em que todas as ondas eletromagnéticas têm a mesma amplitude, ou seja, ele concentra-se apenas numa zona específica. Através do princípio da fototermólise seletiva, a luz laser emitida pelo laser díodo atua diretamente nos folículos pilosos, penetrando na derme e reduzindo gradualmente o crescimento dos pelos.

como funciona a depilação a laser

Na Láserum, trabalhamos com uma tecnologia avançada que permite que o tratamento seja praticamente indolor, devido ao nosso sistema de arrefecimento por contacto. Para teres o máximo de resultados com o mínimo de dor, as nossas máquinas têm a ponta de gelo mais fria do mercado, que atinge temperaturas de até -12ºC.

O laser díodo é seguro para todos os fototipos, mesmo os mais elevados, devido à sua grande largura de pulso, tornando o risco de queimaduras menor. Ao contrário de outras técnicas de depilação como a IPL, que é específico para fototipos I, II, III e IV e tem elevado risco de queimaduras para outros fototipos.

O número indicado de sessões com o laser díodo é relativamente menor se comparares ao SHR, sendo a média de seis a oito sessões.

Laser SHR vs. díodo: quais são as diferenças?

Ao decorrer deste artigo apresentamos-te algumas das principais diferenças entre estes dois métodos de depilação. Para que possas compreender melhor, vê este resumo das principais diferenças entre o laser díodo e o SHR.

  1. Tecnologia e comprimento de onda
    O laser SHR utiliza uma tecnologia de disparo que emite luz de baixa intensidade numa sequência rápida e superficial na pele. O laser díodo emite luz num comprimento de onda específico. Isso permite que o laser díodo penetre na pele e elimine os pelos de forma permanente.
  2. Desempenho
    Devido ao sistema de aquecimento gradual, o SHR pode exigir mais sessões para alcançar resultados semelhantes aos do laser díodo, que apresenta ganhos logo na primeira sessão: o pelo irá crescer mais fraco, mais fino e em menor quantidade.
  3. Resultados duradouros
    O laser díodo elimina os pelos de forma permanente, com resultados que podem durar anos, exigindo apenas manutenção ocasional.
  4. Economia
    Devido à sua eficácia, o laser díodo poupa-te tempo (porque não precisarás depilar-te com a mesma frequência) e dinheiro, já que a quantidade de sessões é menor quando comparada a outros métodos de depilação permanente. 

Pode-se concluir, que as máquinas SHR atendem bem a certos tipos de clientes, mas as máquinas de laser díodo são excelentes para todos os tipos de pessoas, cor de pele e tipo de pelo. Um estudo feito pela Medical Beauty Laser comparou estas duas técnicas de depilação e concluí que o laser díodo tem uma maior eficácia em comparação ao SHR.

Se tens mais dúvidas sobre o laser díodo, podes sempre consultar a nossa página de perguntas frequentes ou contactar-nos pelo Facebook e Instagram.

Posts relacionados
Láserum durante o Mês do Orgulho LGBTQIA +
Láserum durante o Mês do Orgulho LGBTQIA +

TANTO FAZ! Grita a Láserum Portugal durante o Mês do Orgulho LGBTQIA + Com afirmações como: "Tanto faz quem quero beijar, Tanto faz se ficas a olhar" e "Tanto faz se sou fluído, Tanto faz se ficas ofendido"- na Láserum defendemos a liberdade identitária, individual, e...

leer más
Prendas Dia do Pai: as melhores dicas
Prendas Dia do Pai: as melhores dicas

Na Láserum, celebramos o Dia do Pai todos os dias, mas o 19 de março é a oportunidade para relembrar aqueles mais distraídos. Como este dia especial já está aí, podes não ter ideias para o Dia do Pai. Mas não te preocupes, estamos cá para ajudar-te a não errar com as...

leer más