A depilação íntima no homem e mulher já não é um tema tabu, com muitas vantagens para quem escolhe remover os pelos. Diminuir casos de comichão na região íntima e melhorar o desempenho no desporto são algumas delas. Isto acontece porque, ao eliminar os pelos tu reduzes o excesso de humidade e fricção entre os pelos e a roupa, o que torna a rotina mais confortável. 

Eliminar os pelos nesta zona pode requerer cuidados, pois, se não o fizeres da forma correta, pode causar desconforto, irritação e até infeções. Assim, é muito importante conheceres todos os pormenores deste tipo de depilação.

Se queres aprofundar estes aspetos e descobrir tudo o que precisas de saber sobre a depilação íntima masculina e feminina, continua a ler. Contamos-te tudo!

Têm os pelos púbicos alguma função?

Há muito tempo que se acredita que a razão para os pelos se concentrarem na zona genital é protege-la de infeções, manter os níveis de humidade cutânea (no caso das senhoras) e salvaguardar a pele contra atritos. Isto não está de todo errado, mas Pedro Vieira Baptista, ginecologista e obstetra do Hospital Lusíadas Porto, diz que tal crença nunca foi demonstrada por investigação e a ausência de pelos não parece ser fonte de problemas.

O pensamento comum que os pelos púbicos existem por uma função e por isso não se deve tirá-los não pode ser considerado válido se estas objeções não são colocadas em nenhuma outra área do corpo.

Métodos de depilação

Para que possas ter mais conhecimento e decidir se removes ou não os pelos púbicos, vamos explicar-te os diferentes métodos de remoção dos pelos.

Lâmina

É a técnica mais comum quando pensas em depilar-te. Mas para a depilação nas partes íntimas requer precaução e destreza extra.
Embora pareça uma forma barata de remover os pelos, a lâmina precisa ser trocada com frequência, o que gera gastos constantes. Esta é uma técnica temporária com a duração máxima de uma semana.

Cera

Outra técnica tão comum quanto a lâmina é a depilação com cera, seja a fria ou a quente. Este método é muito mais doloroso quando comparado a depilação com lâmina, com a duração máxima de três a quatro semanas, a depender do tipo de pelo. 

É comum as pessoas queixarem-se que mesmo este método retirando o pelo pela raiz, após uma semana já é possível notar o crescimento dos pelos.

Creme depilatório

Os cremes depilatórios têm substâncias alcalinas que reagem com o pelo, dissolvendo a queratina, enfraquecendo o pelo e levando à sua dissolução. Assim como a lâmina, este método não retira o pelo pela raiz. 

Para as áreas genitais, além das virilhas, estes cremes não são recomendados. A duração média para este método é de uma semana sem pelos.

Depilação a laser díodo

Entre as opções apresentadas, a depilação nas partes íntimas com laser díodo é a única capaz de remover os pelos de forma permanente. O laser díodo funciona com base em princípios de fototermólise seletiva, que visam eliminar o folículo piloso e evitar que o pelo volte a crescer.

Na Láserum, trabalhamos com zonas soltas para homens e mulheres em que podes escolher a zona que desejas depilar ou podes escolher um dos nossos packs como virilhas, púbis e órgão genital para homem ou virilhas completa (virilhas, púbis e órgão genital) para mulher.

Benefícios da depilação a laser íntima

A depilação a laser íntima pode ser a tua melhor opção se o que pretendes é esqueceres dos pelos para sempre e evitar possíveis enfermidades e patologias nesta zona.

Elimina o risco de foliculite ou fístulas

A foliculite, mais conhecida por pelos encravados, é muito comum quando se faz a depilação com os métodos tradicionais, como a lâmina, cera e o creme depilatório, principalmente na área íntima. 

Os pelos voltam a crescer e, às vezes, pode ser debaixo da pele, provocando uma pequena infeção que pode chegar a ser incómoda e dolorosa. Ao realizares um tratamento de depilação a laser, eliminas esse risco, já que, ao destruir o folículo, o pelo não voltará a crescer nessa zona.

Por outro lado, e especialmente no caso da depilação íntima masculina a laser, é o tratamento indicado para a eliminação de fístulas na zona perianal, que consiste no aparecimento de um abcesso perianal que exala um líquido amarelado ou avermelhado. À semelhança da foliculite, as fístulas são uma doença causada pelo crescimento dos pelos, assim como o sinus pilonidalis, que podem ser eliminadas graças a este método de depilação.

Melhora as relações sexuais

Ainda que a eliminação dos pelos na região genital seja totalmente opcional e escolher mantê-lo é uma opção perfeitamente válida, algumas pessoas podem sentir-se complexadas por terem uma grande quantidade de pelo nesta zona. Neste caso, eliminá-lo com a depilação a laser de forma permanente pode ajudar a aumentar a autoestima, o que pode chegar a traduzir-se em relações mais agradáveis.

A depilação íntima aumenta os riscos de infeções?

Um dos aspetos que mais se ouve quando se fala de depilação íntima tem a ver com infeções, que podem ser causadas como resultado da realização deste tratamento.

Neste sentido, há que ter em conta que a depilação a laser em si não causa nenhum tipo de infeção na zona íntima. 

Mas é verdade que, no caso de mulheres com tendência a desenvolverem infeções vaginais, a remoção dos pelos da região pode levar a uma maior probabilidade de contrair este tipo de doenças. Isso ocorre porque irá ser removida a barreira natural que a protege.

De qualquer forma, mantendo uma higiene adequada e seguindo os conselhos dos especialistas não existirá problema. A tua técnica de laser vai poder orientar-te melhor e determinar se deves fazer a depilação a laser íntima feminina completa ou, em casos específicos, se é melhor deixar uma determinada quantidade de pelo na zona para reduzir a possibilidade de desenvolver infeções.

Depilação íntima a laser nos homens: que zonas podem ser depiladas?

Uma das dúvidas mais frequentes quando falamos de depilação íntima a laser nos homens é que zonas podem ser depiladas com este método. A resposta é simples: qualquer zona onde a máquina de laser consiga chegar pode ser depilada.

Além disso, ao contrário do caso da depilação íntima feminina a laser, a eliminação dos pelos púbicos, no caso dos homens, não supõe um aumento do risco de contrair infeções na zona, pelo que não existe nenhuma complicação a este respeito. 

Quanto custa a depilação nas partes íntimas a laser?

Embora o preço final dependa de vários fatores, como o número de sessões necessárias, podes obter uma estimativa com base nos preços da Láserum. Cada parte da área íntima (púbis, virilhas, interglúteo, etc.) tem um custo desde 15€ para mulheres e 18€ para homens

No que diz respeito ao número de sessões, varia de pessoa para pessoa, a depender de fatores como o tipo de pelo, quantidade e fototipo de pele, etc. A média de sessões que necessitam as nossas clientes são de 7-8 no caso das mulheres, e de 9-10 no caso dos homens.

De facto, a depilação íntima, especialmente se optar pela depilação a laser, pode trazer muitos benefícios, sempre e quando for realizada por especialistas profissionais na matéria e sob o seu controlo absoluto. Cumprindo estas premissas, vais sentir o conforto que proporciona a eliminação dos pelos de forma permanente na zona íntima.

Tens mais perguntas sobre este tema? Podes consultar-nos na secção de comentários e nos nossos perfis do Facebook e Instagram.

Posts relacionados
Prendas Dia do Pai: as melhores dicas
Prendas Dia do Pai: as melhores dicas

Na Láserum, celebramos o Dia do Pai todos os dias, mas o 19 de março é a oportunidade para relembrar aqueles mais distraídos. Como este dia especial já está aí, podes não ter ideias para o Dia do Pai. Mas não te preocupes, estamos cá para ajudar-te a não errar com as...

read more
Depilação a laser: qual o intervalo entre sessões
Depilação a laser: qual o intervalo entre sessões

Para obteres uma pele livre de pelos, a depilação a laser díodo é a opção mais eficaz e com resultados permanentes disponíveis no mercado. Para alcançares os resultados desejados, é essencial saberes de quanto em quanto tempo deves fazer a depilação a laser.  O...

read more