Láserum

Uma das questões mais frequentes relacionadas com os tratamentos de depilação definitiva é se depilação a laser deixa manchas na pele. Esta questão surge, pois, caso o tratamento eleito não seja adequado ao tipo de pele, se não se seguirem as recomendações antes e depois da sessão de remoção definitiva dos pelos, se o equipamento utilizado durante o tratamento não for adequado e se o profissional que estiver a manusear o material não o fizer da forma correta, podem suceder complicações, nomeadamente manchas causadas por depilação a laser.

No entanto, também existe o outro lado da moeda, ao optar por uma clínica experiente, que ofereça um tratamento de qualidade, com materiais inovadores e ao seguir todas as recomendações dadas pelos profissionais especializados, a depilação a laser permitirá a remoção dos pelos de forma eficaz e duradoura. Sem ter de despender regularmente de uma parte do seu orçamento em sessões de depilação que não eliminam os pelos definitivamente, sem gastar tempo do seu dia a dia em fazer a depilação, sem sessões dolorosas de depilação e com a liberdade de poder dizer adeus aos pelos para sempre, é assim que a depilação a laser díodo da Láserum se caracteriza.

 

Como funciona a depilação a laser díodo?

Na Láserum utilizamos tecnologia própria que permite oferecer uma experiência de depilação confortável, praticamente indolor e com resultados após a primeira sessão.

O laser díodo funciona com o princípio da Fototermólise Seletiva, emitindo uma onda de luz precisa e concentrada, que através da alta potência, atua na raiz do pelo e impede que esta regenere e que o pelo cresça. Esta técnica, tal como o próprio nome indica, é seletiva, atuando apenas nos pelos e muito raramente na área cutânea à sua volta. Através desta informação já é possível concluir que a depilação a laser díodo tem uma percentagem muito baixa de impacto na área subjacente aos pelos, ou seja, na pele, sendo que o feixe de luz não incide fundamentalmente em nenhum outro local que não sejam os próprios pelos.

Apesar do laser emitir calor, o equipamento Láserum dispõe de uma extremidade de gelo, que ao atingir temperaturas até -12ºC, proporciona frescura e efeito anestésico na pele.

Compatibilidade com os diferentes fotótipos de pele

Existem alguns tratamentos de depilação definitiva que não são 100% recomendados para certos tipos de pele e de pelo, como por exemplo em pessoas com pelos claros ou pele escura, devido à alta concentração de melanina na pele, têm efeitos não desejados, tais como as manchas causadas por depilação a laser. Para que o tratamento tenha resultados eficazes e não tenha qualquer impacto negativo na pele, é importante que escolha uma solução adequada ao seu tipo de pele.

depilação a laser deixa manchas na pele

O facto do laser díodo funcionar de forma seletiva, possibilita que seja um tratamento apropriado a todos os fotótipos de pele, desde pessoas com pele, olhos e cabelo claros (fototipo I), a pessoas com pele, olhos e cabelos escuros (fototipo VI). Como explicámos acima, o laser é direcionado para um alvo específico, o folículo piloso, e raramente tem impacto na pele (desde que sejam seguidas as recomendações que falaremos mais à frente). Assim, a resposta à questão “a depilação a laser em pele morena mancha?” é, claramente, não, no caso do laser díodo Láserum. O mesmo é válido para peles negras.

A depilação a laser pode causar manchas na pele?

Para além da escolha de um tratamento adequado ao seu tipo de pele, para que não haja qualquer relação entre a depilação a laser e manchas escuras na pele, deverá optar por um centro de depilação especializado e que possua todas as normas de segurança que o tratamento de depilação definitiva carece. Ao escolher uma clínica com estas características, tem a certeza de que o equipamento utilizado será o mais adequado e que os profissionais que vão oferecer o tratamento estarão aptos a fazê-lo.

Cuidados com a pele

Se cumpriu com todas estas recomendações, está um passo mais perto de não ter quaisquer manchas causadas por depilação a laser. Para que o tratamento seja seguro e eficaz, deverá seguir algumas recomendações básicas antes e depois da sessão. O não cumprimento destas recomendações, nomeadamente a exposição ao sol nos dias imediatamente anteriores ou posteriores ao tratamento, pode levar a complicações de pele, por exemplo o aparecimento de manchas causadas por depilação a laser.

Antes da sessão

Passar a lâmina

Se o pelo estiver forte, faça-o 1 a 2 dias antes, se o pelo estiver fraco, de 6 a 7 dias antes. Para remover pelos entre sessões, também só deverá utilizar a lâmina.  

Não utilizar outros métodos para além da lâmina

Para que o tratamento seja eficaz, não deverá utilizar métodos de depilação que removam os pelos pela raiz, como a cera ou pinças, pelo menos 1 mês antes da sessão. Também não deverá utilizar produtos que clareiam os pelos.

Não utilizar autobronzeadores e sessões de solário

Deverá evitar estes procedimentos nos 15 dias anteriores à sua sessão.  

Evitar exposição solar

Não deverá expor ao sol as áreas do corpo onde realizou o tratamento nos 3 a 4 dias anteriores à sessão.

Hidratar a pele

A hidratação profunda da pele é importante não só depois do tratamento, mas também para preparar a pele para a sessão. O laser não poderá ser aplicado em pele seca, já que pode causar irritação.

Pele limpa

Embora a hidratação seja importante, no dia da sessão deverá comparecer com a pele limpa, livre de cremes, desodorizantes, maquilhagem ou qualquer outro cosmético.

Evitar exposição solar

Não deverá expor ao sol as áreas do corpo onde realizou o tratamento nos 3 a 4 dias anteriores à sessão.

Não tomar medicamentos fotossensíveis

Se está a fazer alguma medicação ou qualquer tratamento, incluindo a toma de pilula anticoncecional, deverá comunicar ao seu técnico de laser para que este avalie a compatibilidade com o tratamento. Da mesma forma, não se recomenda o uso de cremes, géis ou comprimidos anestésicos.

Depois da sessão

Evitar exposição solar

À semelhança do que deverá fazer antes da sessão de depilação a laser, também deverá evitar o sol nos dias 3 a 4 dias posteriores à sessão.

Hidratar e proteger a pele

Para além de evitar a exposição ao sol, deverá utilizar protetor solar de alto fator para proteger a pele. Além disso, manter o cuidado profundo da pele após a sessão é fundamental, para isso recomendamos a utilização regular e abundante de aloé vera.

Evitar banhos de água quente

Imediatamente após a sessão, deverá tomar banho com água fria ou tépida, já que as temperaturas elevadas podem causar irritação na pele.  

Esfoliar

Após a sensibilidade da pele passar, para atingir resultados mais rapidamente, recomenda-se que esfolie a pele regulamente, desta forma irá acelerar a queda do pelo.

Utilizar roupas leves e soltas

Deverá utilizar a roupa para proteger a pele do sol, no entanto, as roupas apertadas causam fricção e podem deixar a pele irritada. Nos dias posteriores à sua sessão de depilação a laser díodo, opte por utilizar roupas leves e soltas.

 

Se seguir todas estas recomendações, não irá correr o risco de aparecimento de manchas causadas por depilação a laser e irá ganhar a liberdade que apenas o laser díodo lhe consegue dar!

 

Continua com dúvidas acerca do tema: depilação a laser deixa manchas na pele? Deixe a sua pergunta na secção de comentários ou envie-nos uma mensagem privada no Facebook ou no Instagram. Teremos todo o gosto em ajudá-lo no seu caso em particular!

Posts relacionados
Qual a melhor idade para fazer depilação a laser?
Qual a melhor idade para fazer depilação a laser?

Quando os pelos começam a crescer no corpo, geralmente começa-se a considerar os diferentes tipos de depilação. Nesse momento, pode-se fazer uma questão: qual a melhor idade para fazer depilação a laser? Esta pergunta não tem uma...

ler mais
Depilação a laser e vitiligo: tudo o que precisa de saber
Depilação a laser e vitiligo: tudo o que precisa de saber

Se está a considerar realizar um tratamento de depilação a laser e sofre de vitiligo, provavelmente está à procura de informações sobre a compatibilidade do tratamento com esta condição de pele. O vitiligo afeta a pigmentação da pele, fazendo-a perder melanócitos, que...

ler mais